terça-feira, 19 de maio de 2020

Europa Recomeça

"Processo de reabertura do turismo movimenta o continente europeu" 
A Itália iniciou na segunda-feira (18) mais uma fase do processo de reabertura. Foram permitidos que comércios, restaurantes, bares, cafés e salões de beleza voltassem ao trabalho, mesmo que com diversas medidas de distanciamento. A Basílica de São Pedro, fechada desde o dia 10 de março, também foi reaberta. 
A imprensa italiana divulgou o novo layout  com as regras detalhadas de cada segmento.

Foi divulgado também,para não bloquear a temporada de verão,  o mapa com a possível subdivisão dos países europeus liberados. Todos em verde estão com a pandemia controlada. 

Outras nações europeias muito atingidas pelo surto, Espanha e Alemanha apresentaram seus planos de reabertura das fronteiras após meses de bloqueios nacionais. O país ibérico pretende reabrir no fim de junho e a Alemanha antes, no dia 15. As datas coincidem com o início das férias de verão na Europa – o turismo é responsável por 10% da economia da União Europeia.

Retomada do turismo
Alemanha reuniu hoje 11 países (Alemanha, Áustria, Bulgária, Chipre, Croácia, Espanha, Grécia, Itália, Malta, Portugal e Eslovênia) em videoconferência para buscar soluções coordenadas para o restabelecimento do turismo e da liberdade de circulação de pessoas na União Europeia.  
Ficou agendado uma segunda rodada de negociações, no início de junho, quando todos os países tiverem melhor percepção sobre a evolução do combate à pandemia.
No comunicado conjunto, os 11 países dizem ser "fundamental garantir que os nossos cidadãos podem não só viajar livremente dentro da Europa, como regressar a casa em segurança".
Os países bálticos (Estônia, Letônia e Lituânia) abriram suas fronteiras na semana passada.
A Grécia espera reabrir para o Turismo internacional em julho e a Islândia disse que vai receber turistas em 15 de junho, embora os viajantes devam concordar em fazer o teste para covid-19 na chegada ou na quarentena por duas semanas.
Em outras partes do mundo, alguns países também estão buscando “bolhas de viagem” regionais como um primeiro passo para a reabertura do Turismo. A Austrália e a Nova Zelândia, que tiveram surtos relativamente leves, estão conversando sobre uma possível "bolha trans-Tasmânia", onde as pessoas poderiam transitar entre os dois países livremente e sem quarentena, segundo relatos da mídia local.
A União Europeia está incentivando países com taxas semelhantes de infecções por coronavírus e sistemas de saúde comparativamente fortes a abrir fronteiras entre si.

Giordani Turismo planeja retomada dos passeios da Maria Fumaça a partir de 6 de junho


"Passeio acontecerá inicialmente aos sábados”” 
A Giordani planeja, para o dia 6 de junho, a realização do primeiro passeio após 80 dias de paralisação total das operações (desde 18 de março) em razão dos procedimentos de prevenção do novo coronavírus. Durante este período a empresa planejou e reestruturou a operação para voltar com garantia de segurança sanitária aos passageiros. Foram tomadas providências para treinamento para as equipes, sanitização a cada viagem, álcool 70° à disposição, redução de passageiros e mudança no embarque. 
A previsão é de que entre os meses de junho e setembro os passeios ocorram exclusivamente aos sábados à tarde. Em cada viagem a capacidade da Maria Fumaça será reduzida em 50% e a visitação ao Parque Cultural Epopeia Italiana, que faz parte do pacote tradicional do trem, será em pequenos grupos, obedecendo os critérios de distanciamento. Além de cuidados essenciais como a sanitização periódica dos ambientes e uso obrigatório de máscara.
Os preparativos para o retorno da operação respeitam todas as diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS), e ao decreto da Prefeitura Municipal de Bento Gonçalves. A empresa deve receber, nos próximos dias, o selo “Ambiente limpo e seguro” que certifica empreendimentos do setor turístico que atendem às normas de prevenção contra a disseminação da doença. O selo é uma iniciativa do Comitê Pró-Turismo, com vistorias regulares realizadas pela Secretaria Municipal de Turismo de Bento (SEMTUR).
A direção da Giordani Turismo e Eventos - www.giordaniturismo.com.br - destaca que está atenta a situação do novo coronavírus e que em virtude disto podem acontecer alterações na programação.
Fotos: Zéto Teloken

segunda-feira, 11 de maio de 2020

Dicas para ajudar parentes que estão no exterior

“Conheça as opções disponíveis para ajudar familiares por meio de transferências bancárias"
O rápido avanço do novo coronavírus para além dos limites da China mudou muitas vidas em 2020. Quando a epidemia atingiu o status de pandemia, muitos países optaram pelo fechamento imediato de suas fronteiras para reduzir as possibilidades de propagação do vírus.
Com essa medida, brasileiros que estavam fora do país a trabalho, para estudar ou mesmo em viagem de férias, acabaram sendo obrigados a estenderem sua estadia no exterior e, muitas vezes, sem recursos para isso.
Como o isolamento social, a economia parada e as atividades acadêmicas e/ou de trabalho paralisadas, a situação parece desesperadora, mas há soluções.
A primeira providencia que o cidadão brasileiro que está  enfrentando dificuldades no exterior em função da pandemia, é procurar a embaixada/consulado brasileiro,  para obter as devidas orientações.
Depois disso, aí sim, é preciso informar os familiares para saber quem tem disponibilidade para ajudar com a emissão de recursos.
Filhos em intercâmbio                                            
Fazer intercâmbio é o sonho de muitos jovens. Para quem está nessa condição em pleno 2020, a situação é delicada. O mais indicado é que o jovem permaneça no país onde está, evite aglomerações e siga as recomendações de isolamento social exigidas no local.
Para que se mantenha durante o tempo de paralisação das atividades acadêmicas, é importante que as famílias façam envios de dinheiro por meio de um procedimento simples, realizado pela internet chamado remessa expressa.
As transferências internacionais podem ser feitas por meio de plataformas como o Transferwise, dos Estados Unidos, e a Remessa Online, do Brasil, que permitem o envio e recebimento de dinheiro sem precisar sair de casa.
Para fazer a remessa expressa será preciso identificar a natureza do envio, portanto, é preciso preencher esse campo com a informação “manutenção de estudante”. Isso é importante porque esse dado será utilizado na declaração do Imposto de Renda do ano que vem.
A modalidade “manutenção de estudante” vale tanto para quem está fazendo faculdade e high school quanto para quem está fora do país para fazer cursos de idiomas.
Manutenção de residente
Algumas pessoas embarcaram no sonho de morar em outro país e conseguem se manter com o dinheiro que recebem em suas respectivas funções.
Porém, com a crise global, muitas atividades econômicas estão paradas e empregos estão sendo ceifados, o que leva os brasileiros a enfrentarem sérias dificuldades financeiras fora do seu país de origem.
Para esses casos, também a opção de envio de dinheiro via remessa expressa. A única diferença é que ao invés de discriminar “manutenção de estudante”, deverá ser descrito “manutenção de residente”.
Ordem de pagamento

Outra opção para quem prefere realizar procedimentos fora do mundo virtual é a transferência bancária por ordem de pagamento. Para optar por essa modalidade é preciso que o beneficiário tenha uma conta bancária no exterior para poder receber o dinheiro.
Para realizá-la basta ir a qualquer agência bancária onde possui conta e solicitar o envio de dinheiro por meio de ordem de pagamento.
Deve-se informar dados pessoais e o código do banco de quem vai receber, o chamado código SWIFT.
A desvantagem desse procedimento é que tanto quem envia quanto quem recebe deve desembolsar uma quantia para o pagamento de uma tarifa denominada ordem de pagamento expedida.
Vale postal eletrônico
Os Correios também podem ser aliados de quem precisa enviar dinheiro para o exterior. Isso porque a instituição oferece um serviço chamado Vale Postal Eletrônico, que permite enviar ou receber quantias de 41 países, desde que feitas em dólar ou euro.
O dinheiro é postado e/ou recebido em agências postais credenciadas nos exterior. O procedimento é realizado dentro de um prazo de aproximadamente 15 dias úteis.
Ao optar por essa alternativa, o emissor deverá pagar 1,5% do valor da remessa, não importando para qual país está enviando.
Cartão Internacional
Dependendo da instituição financeira a qual o cartão internacional está atrelado, ele também pode ser uma boa opção para o envio e recebimento de dinheiro nesses tempos de pandemia.
Se estiver atrelado a uma instituição bancária no Brasil, será cobrado o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) e a transação estará sujeita à variação do câmbio.
Com o dólar nas alturas, pode parecer que essa não é uma boa opção. Porém, quando a pessoa consegue se organizar financeiramente para não extrapolar o limite disponível, essa pode ser a melhor alternativa, dada a facilidade de uso.
Fonte informação:  Agência Experta media.
fotos: divulgação

sexta-feira, 8 de maio de 2020

Livraria Lello pagará mil euros aos melhores contos da quarentena

"A livraria "do Harry Potter", no Porto, lança concurso para que as pessoas escrevam sobre o período da pandemia"
Já cansou de ver filmes, maratonar no Netflix, fazer visitas virtuais em museus e destinos turísticos, participar de muitas vibes e achar tempo para aquele livro que estava esquecido na prateleira, pois a Livraria Lello, no Porto. está propondo um desafio: escrever um conto e ganhar pelo trabalho?
Com o concurso “Contos da Quarentena”, a livraria mais famosa de Portugal  e considerada uma das mais lindas do mundo, está sugerindo que passe para o papel,  suas experiências durante o isolamento. Os seis melhores autores irão receber, cada um, mil euros (mais de seis mil reais) e ainda terão seus textos publicados pela livraria. 

Como Participar

Para participar, tem que escrever um conto ficcional inédito de 10 a 20 páginas, focado na “sua experiência neste período de exceção graças à pandemia causada pelo vírus Covid-19”, conforme o regulamento. Pessoas que moram fora de Portugal podem participar, desde que tenham mais18 anos.
Os textos para o concurso devem ser entregues até o dia 31 de maioatravés de um formulário online

Sobre a Livraria Lello
Livraria Lello, também conhecida como Lello & Irmão é um dos espaços mais emblemáticos e mais visitados na cidade do Porto, em Portugal. Com mais de 100 anos de história, o espaço possui uma arquitetura exuberante com um estilo neogótico.
A cada ano mais de 1 milhão de visitantes chegam até a Lello para conhecer seus lindos vitrais e a famosa escada vermelha em espiral que inspirou a autora de Harry Potter para seus livros.
J.K Rowling morou na cidade do Porto entre os anos de 1991 e 1992. Foi na cidade que começou a escrever o manuscrito de “Harry Potter e a Pedra Filosofal”.
A Livraria Lello está localizada no centro histórico da cidade do Porto, na Rua das Carmelitas, 144. Ela fica entre a Torre dos Clérigos e da reitoria da Universidade do Porto.
Para visita-la paga-se 5 euros, que pode ser abatido na compra de livros. No momento, a Lello está fechada por tempo indeterminado por conta da pandemia.
fotos: divulgação