segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

Ano começa com aumento de gastos de turistas estrangeiros

O ano começou com boas expectativas para o turismo brasileiro.
Foto: Tânia Regô/Agência Brasil (20/02/2016)

A receita cambial do turismo, que representa os gastos dos visitantes estrangeiros no país, mostra resultados positivos. Em janeiro, os visitantes internacionais gastaram US$ 664 milhões no Brasil, aumento de 2,17% em relação ao mesmo período do ano passado (US$ 650 milhões).
Ainda segundo os dados apurados pelo Banco Central, a despesa cambial em janeiro deste ano – gastos dos brasileiros no exterior – teve um aumento de 87,89%, passando de US$ 840 milhões em 2016 para US$ 1,578 bilhões
Balanço de 2016
O ano dos Jogos Olímpicos teve impacto positivo na receita cambial do turismo. O acumulado em 2016, de cerca de US$ 6,024 bilhões, foi 3% maior em relação ao registrado de janeiro a dezembro de 2015, US$ 5,8 bilhões.
Em agosto, mês de realização da Olimpíada, os gastos dos estrangeiros nos destinos nacionais somaram R$ 602 milhões, o que representou um aumento de 38% no comparativo com o ano anterior. Foi o maior percentual de crescimento alcançado pela receita cambial do turismo em 2016.
Fonte: Ministério do Turismo
Foto: divulgação 

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

“Google Trips” uma sugestão de Guia de Viagem

O aplicativo “Google Trips” oferece um guia personalizado que reúne todas as informações essenciais para uma viagem. Separado em categorias: reservas; coisas para fazer; onde comer e beber entre outros.
Um dos recursos interessantes, a "Day plans", sugere rotas de pontos a visitar com base na distância entre esses locais, inclusive com tipos de rotas “para meio dia”, "para um dia só", "para crianças".... Se não gostar da sugestão toque na “varinha mágica” para ver outros pontos turísticos próximos.
O aplicativo possui vários recursos que facilitam e economizam o tempo do viajante para as 200 maiores cidades do mundo.
Ao entrar na página principal do app e ver as listas de viagens, escolha a cidade e faça o download para baixar o plano de viagem para a memória do aparelho. O conteúdo fica off-line e está disponível para iOS e Android.



quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Em 2016 Aviação Doméstica Teve Queda de 5,5%

“Estudo demonstra que houve uma queda de 7 milhões de passageiros”


 Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR) divulgou balanço que mostra que a aviação doméstica registrou queda na demanda de 5,5% em 2016, o que representa 7 milhões de passageiros que deixaram de embarcar.
Em 2015 foram transportados 94,7 milhões de passageiros em 2016 caiu para 87,6 milhões.
Os dados são referentes à compilação das estatísticas das empresas que fazem parte da ABEAR: Avianca, Azul, GOL e Latam.
 “A procura por voos domésticos e o número de passageiros transportados estão em redução há 17 meses consecutivos. Esses resultados são reflexo direto da crise econômica no país, de uma postura de cautela com os gastos por parte do consumidor comum e do recuo das atividades das empresas”, explica o presidente da ABEAR, Eduardo Sanovicz.

O resultado foi o menor nível de oferta desde 2010. De acordo com dados da ABEAR, a GOL foi a companhia aérea que teve mais participação no mercado doméstico, com 36,25%, a Latam ficou em segundo lugar com 35,01%, a Azul teve 17,19% e, por último, a Avianca, com 11,55%.
fotos: divulgação

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

Proposta da ABBTUR para Alteração da Lei Geral do Turismo

A Associação Brasileira de Turismólogos e Profissionais do Turismo- ABBTUR representando os turismólogos e profissionais do turismo enviou proposta de alteração na Lei Geral do Turismo, no dia 06 de janeiro. A proposta foi trabalhada de forma participativa com lideranças e representantes de diversas Seccionais da ABBTUR e considerando que as alterações na Lei nº 11.771/208 foram feitas para suprir demandas que vêm prejudicando a seleção e absorção de força de trabalho qualificada na atividade turística devido à falta de identidade do turismólogo, que foi retirada com o veto que sofreu a Lei n°12.591/2012.
O presidente da ABBTUR Nacional, Turismólogo Elzário Júnior, articulou as lideranças da categoria para contribuições no preenchimento do formulário padrão encaminhadas pela Coordenação Executiva do Conselho Nacional do Turismo do Ministério do Turismo. Segundo o presidente a oportunidade é excelente para formalizar identidade e valorizar o turismólogo, qualificando-o como profissional de nível superior que tenha habilidades e competências para se responsabilizar pelas atividades e atribuições que são atribuídas aos turismólogos no Art°2, da Lei n°12591/2012, além de oficializar uma categorização dos turismólogos, definida pela categoria na I Convenção Nacional dos Turismólogos, realizada em junho/2016, no Rio de Janeiro. 
A proposta de alteração foi focada no Artigo 21° com as seguintes alterações:
- incluir o item VIII – turismólogos, entre os serviços sociais autônomos e os autônomos que prestem serviços turísticos remunerados e que exerçam as seguintes atividades econômicas relacionadas à cadeia produtiva do turismo.
- incluir no Parágrafo Único o item VIII, os profissionais de nível superior, os turismólogos, que se responsabilizam pelas atividades turísticas.
- alterar a proposta de criação do Art 21-A, considerando os turismólogos aqueles profissionais de nível superior, conforme legislações específicas, que atuam na atividade turística, conforme Art.2 da Lei 12.591/2012, atualmente categorizados em:
a)TurismólogoBacharel em Turismo e/ou Hotelaria, conforme Resolução Nº 13, de 24 de novembro de 2006, que institui as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Turismo;
b)Turismólogo–Tecnólogo àquele que operacionaliza as atividades para o desenvolvimento do turismo, conforme define a  Lei 9394, de 20/11/1996, no Art 5, do Decreto Nº 5154, de 23/07/2004, que institui o Catálogo Nacional de Curso Superior de Tecnologia do MEC 2016;
c)Turismólogo–Licenciado àquele com Licenciatura Plena, conforme Artº 12, da Resolução Nº  13, de 24/11/2006;

d)Turismólogo–Provisionado, desde que atue há mais de 05 (cinco) anos comprovadamente, conforme sua área de formação de nível superior, em qualquer das atividades estabelecida no Artº 2 da Lei 12591/12. A análise dos documentos comprobatórios só poderá ser feita pelo Conselho Federal de Turismo – CFTur, quando legalmente instituído pelo Poder Executivo.
Para o presidente da ABBTUR Nacional, Elzário Júnior, foi feita a alteração sugerida, agora “resta-nos monitorar a vontade política do Governo e nos colocar a disposição sempre para avançar na discussão dessa definição jurídica”.  

quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Trade Turístico Gaúcho se mobiliza para apresentar propostas ao novo Secretario Responsável pelo Turismo da Capital

Hoje à tarde, por iniciativa da ABRASEL/RS - Associação Brasileira de Bares e Restaurantes, o trade turístico gaúcho esteve reunido para apresentar sua proposta ao Secretário de Desenvolvimento Econômico da capital, Ricardo Gomes, Secretaria designada pelo Prefeito Marchezan para responder pela pasta do Turismo no município.
Na oportunidade os representantes das entidades do setor turístico no Estado entregaram ao Secretário documento  apresentando suas principais demandas:  
-Reconhecimento e valorização do turismo (de eventos, de lazer, de saúde, corporativo, rural, náutico) como fonte geradora de economia e empregos para o município de Porto  Alegre.
- Definição de uma estrutura operacional que trate da pasta do turismo nesta secretaria, com profissionais capacitados e especializados na área.
- Atenção e agilidade para efetivação do projeto do Centro de Eventos de Porto Alegre, que aguarda andamentos emergenciais.
- Ativação do Conselho Municipal de Turismo.
- Efetivação do projeto da Orla do Guaíba e Cais Mauá.
- Projetos e investimentos em infraestrutura e segurança pública nas regiões turísticas do município (Centro Histórico, 4º Distrito, Cidade Baixa, Moinhos de Vento e a zona rural/zona sul), gerando mais empregos, movimentando a economia e impactando fortemente na atratividade turística.
- Continuidade e aprimoramento de políticas públicas implementadas pela pasta do turismo como: Film Comission, Programa Porto Alegre LGBT, Linha Turismo, Turismo Criativo, Turismo de Galpão, Turismo Rural, entre outros.
Ricardo Gomes se comprometeu com as lideranças presentes ao encontro manter um diálogo permanente e regular com as iniciativas público e privadas que trabalham o turismo.
Entidades que participaram da agenda com o Secretário de Desenvolvimento Econômico da Capital:
ABAV - Associação Brasileira de Agências de Viagens
ABBTUR - Associação Brasileira de Turismólogos e Profissionais do Turismo
ABEOC - Associação Brasileira de Empresas de Eventos
ABIH – Associação Brasileira da Industria de Hotéis
Abrasel  - Associação Brasileira de Bares e Restaurantes
Abratur – Associação Brasileira de Turismo Rural 
Abratus – Associação Brasileira de Turismo de Saúde
ACCB – Associação dos Comerciantes da Cidade Baixa
Associação Gaúcha de Hostels
ATURS - Associação das Transportadoras Turísticas do Rio Grande do Sul
COMTUR – Conselho Municipal de Turismo 
Convention & Visitors Bureau
FAMURS – Federação das Associações de Municipios do RS
FECOMERCIO – CONHTUR – Conselho de Turismo da Fecomercio - RS
Fellini Turismo
Frentur - Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo
SEBRAE – Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas 
SENAC – Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial
SINDHA – Sindicato de Hospedagem e Alimentação de POA e Região
SINDIHOTEL – Sindicato Intermunicipal da Hotelaria do Rio Grande do Sul
Sindilojas
fonte: com informações do   https://www.facebook.com/abraselrs

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Reveillon a bordo do Barco Cisne Branco

"Parceria com o barco Noiva do Caí  proporciona  430 lugares para a festa de final de ano"
Para proporcionar uma emoção diferente aos portoalegrenses, o Cisne Branco acertou uma parceria inédita com o barco Noiva do Caí para a noite de 31 de dezembro. As embarcações zarpam juntas do Cais do Porto às 22h em uma navegação de aproximadamente 3 horas, retornando à 01h30min.
No roteiro está previsto o passeio rumo à zona sul de Porto Alegre. O convite inclui um coquetel elaborado pelo Chef Volmir Coelho do Cisne Branco, além de uma diversidade de bebidas que serão comercializadas nas embarcações. 
No passeio vai  ser possível fazer a contagem regressiva apreciando as luzes da cidade. “A navegação rumo a Zona Sul da cidade vai descortinar uma Porto Alegre que poucos têm o privilégio de conhecer. Vamos fazer a contagem regressiva desejando energias positivas em 2017”, destaca a proprietária do Cisne Branco, Adriane Hilbig. 
Os ingressos só serão vendidos com compra antecipada a R$ 130,00 por pessoa. Crianças têm valores especiais: até 2 anos são isentas. Entre 3 a 5 anos pagam R$ 30,00 e de 6 a 10 anos R$ 80,00. Reservas podem ser feitas pelo e-mail: cisnebranco@barcocisnebranco.com.br .
Serviço:
Valor: R$ 130,00 (cento e trinta reais) por pessoa.
Crianças até 02 anos isentas. Crianças de 3 a 5 anos R$ 30,00. Crianças de 6 a 10 anos R$ 80,00.
Data: 31 de dezembro (sábado).
Embarque: às 22h (com navegação das 22h30min até às 01h30min).
Em caso de mau tempo ou condições desfavoráveis, a rota de navegação será para zona Norte da Cidade.
Reserva de Mesas: Não haverá reserva de mesas. O serviço de coquetel estará disponível em todos os ambientes das embarcações.
Ingressos: Somente com compra antecipada no escritório do Cisne Branco (dinheiro, cartão Visa e Master, débito e crédito). Não haverá venda de ingressos na hora e os lugares são limitados ao máximo de 250 pessoas para o Cisne Branco e 180 pessoas para o Noiva do Caí. Para fazer sua reserva envie um e-mail (cisnebranco@barcocisnebranco.com.br) ou entre em contato por telefone e daremos prazo de 24 horas para confirmação com o pagamento (conforme a antecedência).
Local: Barco Cisne Branco no Cais do Porto de Porto Alegre – armazém B3 - Av.Mauá, 1050 - Fone (51) 3224-5222 ou 51 97125672.
Fonte: Amorim Comunicação

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Mercados de Natal na Alemanha

Uma mistura mágica de aromas, sabores, sons e brilho
As feiras de natal datam da Idade Média e hoje atraem e encantam um público de milhões de pessoas. Eles proliferam em toda a Europa, mas na Alemanha eles são uma tradição e praticamente toda cidadezinha tem um. Os Weihnachtsmärkte começam na última semana de novembro e vão até a véspera de Natal.
A tradição centenária remonta a épocas difíceis para a maioria da população. As Feiras de Natal ofereciam momentos alegres para os camponeses cansados adicionando luz e alegria nas longas noites do inverno alemão. O primeiro mercado de Natal que consta dos registros data de 1616 em Nuremberg.  
Através dos anos, cada Mercado de Natal tem permanecido fiel às suas particularidades, com cada um especializado em iguarias locais e produtos tradicionais
Os corais são presença absolutamente obrigatória nos mercados de Natal na Alemanha. Alguns são formados por idosos, outros por crianças, mas todos têm em comum o repertório de antigas canções natalinas. Alguns corais ficaram famosos como o dos Meninos Cantores de Leipzig (St. Thomas), que tem mais de 800 anos.

Berlim
Um dos mercado de Natal mais tradicional da Alemanha é realizado hoje em cinco locais de Berlim. O mais belo fica ao redor do Castelo de Charlottenburg e nos jardins do seu parque, transformado em um mundo mágico de luzes, cores e sabores. Os mercados reúnem centenas de bancas que vendem peças de madeira, lembrança dos tempos antigos em que os lenhadores que tiravam o seu sustento das grandes florestas da região exibiam a sua criatividade artística através desses objetos. Hoje elas são feitos com sobras de madeira certificada.
Merece destaque também a feira de Potsdamer Platz e Sony Center (4.000 metros quadrados), que conta com um tobogã de 12 metros de altura e rinque de patinação no gelo. Ótima opção para a família.
Gluhwein (vinho quente), salsicha, biscoitos de gengibre e todas as tradicionais gostosuras da época são encontradas em todas as feiras, junto com os tradicionais enfeites e artigos natalinos.
O mais cosmopolita dos mercados natalinos é realizado junto à Igreja Memorial do Imperador Wilhelm de Berlim, a famosa Kaiser-Wilhelm-Gedächniskirche, no  bairro de Charlottenburg próximo à rua mais badalada da cidade, Kurfürstendamm Strasse e o grande centro de compras Europeancenter.
O mercado ganhou o noticiário mundial na noite de 19 de dezembro, quando um caminhão entrou no mercado matando 12 pessoas e ferindo 48.
Diversos países europeus anunciaram que irão reforçar suas medidas de segurança em locais públicos e mercados natalinos após o ataque terrorista. .
Nuremberg
Um dos mercados natalinos mais conhecidos e visitados, tem cerca de 200 barraquinhas em um belo cenário de ruas de paralelepípedos.  Conhecido pelo seus biscoitos de gengibre adoçados com mel “Lebkuchen”,  o mercado tem muito a oferecer. Não deixe de provar a tradicional salsicha alemã “Bratwurst” e claro o “gluhwein” (vinho quente). Como em toda a Alemanha, os pequenos terão sempre atividades para fazer e a cidade oferece passeios para a família, como o Museu dos Brinquedos e o Museu Ferroviário. Ao anoitecer, o mercado é todo iluminado e diferentes músicos tocam de tudo um pouco ao vivo. No local é encontrado um objeto tipicamente alemão: nussknacher, também conhecido como quebra-nozes. Para não comprometer a tradição, ele é feito em madeira e representa profissões variadas. No século 19, era a forma encontrada pelos lenhadores para expressar críticas ou queixas contra as pessoas públicas da região, como reis e soldados, ridicularizados nas pequenas figuras. 
Há vários mercados de Natal em Colônia, um dos mais belos e concorridos é o que acontece no entorno da belíssima Catedral, o monumento mais visitado do país. São mais de 150 barraquinhas, onde os visitantes podem escolher de decorações natalinas, os brinquedos tradicionais de madeira, provar  “kartoffelpuffer” (panqueca de batata servida com molho de maçã); “lebkuchen” (pão de especiarias) e vinho quente, para espantar o frio. Para as crianças, há carrossel, teatro de fantoches. O “Neumarkt” é o mercado de Natal mais antigo de Colônia. Lá, anjos vestidos em roupas brancas fazem sucesso entre as crianças. Moradores locais costumam ir a este mercado depois do trabalho para tomar uma taça de vinho quente.
Munique
A história do Mercado de Natal de Munique remonta ao século 14. Nos registros da cidade há uma primeira menção ao Nicholas Market, vizinho à igreja Frauenkirche (de Nossa Senhora), em 1642.
Atualmente eles estão presentes em diversos pontos da cidade. O mais famoso é o da Marienplatz, o Münchner Christkindlmarkt. Uma árvore de Natal com 3.000 luzes na frente ao prédio da prefeitura (Neues Rathaus), oferece aos visitantes um brilho mágico para a praça. O mercado se estende das ruas Neuhauser e Kaufinger até a fonte Richard-Strauss-Brunnen (Kripperlmarkt) especialista em presépios, da rua Weinstraße até o Rindermarkt diversas barracas vendem artesanato, decoração de natal e a deliciosa culinária bávara, como o famoso doce natalino Lebkuchen, amêndoas açucaradas ( gebrannte Mandeln), os tradicionais sandwiches com linguiça ou carne de porco e para aquecer as noites geladas, o saboroso Glühwein, uma espécie de vinho quente bem típico nesta época.
Frankfurt
Cheio de história e tradições, o mercado de Natal de Frankfurt é um dos mais antigos da Alemanha: existe há 600 anos. É montado no quarteirão Römerberg, tendo ao fundo a igreja de São Paulo, iluminada pelas luzes de uma gigantesca árvore de natal. Os bratwurste, linguiças de carne de porco, os weisswurste, salsichas brancas de vitela, e muitas outras variedades, são assadas sobre madeira em um grande braseiro. Raiz forte, batatas, mostarda e chucrute são acompanhamentos. Também fazem parte da tradição o stollen, que está para os alemães como o panettone para os italianos e o  lebkuchen (bolo de mel e especiarias). Os rauenchermännchen (homens fumadores)  servem para segurar incenso. O boneco mais antigo encontrado data de 1850. São feitos de madeira, principalmente na região das florestas de Ergeburge. O incenso perfuma o ambiente no período natalino, lembrando o presente que um dos Reis Magos trouxe para Jesus;
Dresden
O mercado de Natal de Dresden tradicionalmente conhecido como 'Striezelmarkt', é um dos mercados mais antigos do país, que começou por volta de 1434.
Com mais de 230 barracas cuidadosamente decoradas, o mercado oferece uma riqueza de artesanatos regionais feitos pelos melhores artesões, além disso, possui a maior pirâmide de Natal do mundo. Outro grande destaque, é o festival anual de bolo de fruta (stollen) que acontece no segundo Domingo de Dezembro.
Há muitos outros mercados que podem ser encontrados ao redor da cidade, cada um com suas atrações e um charme especial, afinal, Dresden é considerada a "Cidade do Natal.
Rothenburg ob der Tauber
Uma vez por ano, a cidade medieval de Rothenburg transforma-se em uma das maravilhas do inverno. Suas ruas de paralelepípedos decoradas parecem ter saído de uma pintura ou uma página de um livro. No mercado de Natal ao redor da prefeitura é possível encontrar bolos de Natal de todas as formas e tamanhos
Rothenburg abriga a loja de Natal mais charmosa do mundo, a Wohlfahrts Kathe que vende requintadas obras de arte tradicionais de Natal.
Leipzig
O mercado de Leipzig Natal remonta a 1458. Este é um dos maiores e mais belos mercados de Natal na Alemanha, com cerca de 250 bancas na histórica praça do mercado da cidade. Os concertos festivos realizados pelo coro Thomaner na Thomaskirche são um show à parte. Destaque para o maior calendário do mundo que fica na Böttchergasse.
Hamburgo
Conhecida como a “Veneza do Norte", a cidade de Hamburgo, oferece uma abundância de canais, córregos e rios e mais de 2.000 pontes. O cenário propicia um dos mais charmosos eventos natalinos. Todos os sábados, nesta época, acontece um desfile flutuante ao longo de seus canais. A cidade oferece uma grande variedade de mercados mas o maior e mais frequentado mercado de Natal da cidade é o que fica em frente a Rathaus (prédio da prefeitura e parlamento), na Rathausmarkt. Destaque ainda para o Niendorf com barracas que vendem uma variedade de guloseimas festivas, o da Ilha Fleet com música ao vivo e exposições, o do Circo Roncalli, repleta de palhaços e shows regulares que mantem as multidões entretidas, além do Gänsemarkt o mais tradicional com um coro cantando canções natalinas todos os dias.
Trier

A cidade mais antiga da Alemanha, tem o seu centro histórico e as ruínas romanas de Porta Nigra tombados pela Unesco como Patrimônio Histórico da Humanidade. Neste cenário medieval, ao lado da milenar Catedral de São Pedro, a mais antiga da Alemanha, o mercado mantém vivas as mais autênticas tradições do Natal alemão. Um ponto forte é a gastronomia da região da Alsácia, uma das mais ricas e variadas do país.Há sempre oferta de boas linguiças assadas e as gostosas kartoffelpuffer (panquecas de batata), acompanhadas dos excelentes vinhos da região do Mosela. 
fotos: divulgação

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

Senado suspende cobrança por bagagens

Câmara precisa confirmar decisão

O Senado aprovou, na noite de ontem (14/12), projeto de decreto legislativo de autoria do Senador Humberto Costa (PT/PE) para suspender a decisão da Agência Nacional da Aviação Civil (ANAC) que permitiria as empresas aéreas cobrar bagagens despachadas.
A decisão precisa passar pela Câmara dos Deputados para validar a decisão do Senado, o que só vai acontecer no ano que vem, depois do recesso legislativo,
Mais informações no 
http://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2016/12/14/senado-aprova-projeto-que-susta-cobranca-de-bagagem-em-viagens-aereas  
foto: divulgação

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Mudanças na Regulamentação do Transporte Aéreo Brasileiro

"As medidas passam a valer para passagens compradas a partir de 14/03/2017"

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) aprovou hoje (13/12/16) mudanças importantes na regulamentação do transporte aéreo brasileiro, com a revisão das Condições Gerais de Transporte (CGT). Segundo a agência as mudanças representam um avanço importante para o setor e vão beneficiar os passageiros através da redução dos preços das passagens e de uma maior clareza em relação às obrigações das companhias aéreas em várias situações. Também há o objetivo de aumentar a concorrência, permitindo a criação de companhias de baixo custo (low cost) no Brasil.
A mudança que está causando maior polemica é o fim da franquia obrigatória de bagagem despachada em voos nacionais e internacionais, volumes que eram regulados pela ANAC. Tem mais novidades: redução do prazo para reembolso de passagens, possibilidade de desistência da passagens sem pagar taxa em até 24 horas após a compra, garantia de reembolso da taxa de embarque em caso de cancelamento do bilhete, obrigação de informar o valor final das passagens aéreas com as taxas, proibição do cancelamento automático do trecho de retorno, a correção gratuita do nome do passageiro no bilhete, entre outras.
As medidas passam a valer para passagens compradas a partir de 14/03/2017. Quem comprar passagens aéreas antes dessa data terá as regras atuais mantidas, não importando a data do voo.
A equipe do site de viagens  “Melhores Destinos” preparou um infográfico com mostrando as principais mudanças e os detalhes do que vai mudar na vida dos passageiros:
Fim da franquia obrigatória nas bagagens despachadas
É a que está gerando mais polêmica e comentários. Atualmente os passageiros de voos domésticos têm direito a despachar gratuitamente uma mala de 23 kg e nos voos internacionais até duas malas de 32 kg.  A ANAC não vai mais impor limites mínimos e as companhias estão livres para cobrar como desejarem.
Esse modelo já adotado em quase todo o mundo, segundo a agência, apenas o Brasil e a Venezuela regulavam as franquias nacionais e internacionais de bagagem dessa maneira. A expectativa da ANAC é uma queda nos preços até a chegada de companhias low cost no país.
Segundo a agencia, as empresas aéreas vão ser obrigadas a deixar claro os direitos que cada tarifa oferece, bem como todos os custos adicionais. As regras de despacho e os valores cobrados deverão ser comunicados pelas companhias aéreas antes da implementação da mudança, programada para março de 2017.
Aumento da franquia de bagagem de mão
Os passageiros poderão transportar até 10 kg gratuitamente na cabine (observados limites da aeronave e de volumes). O segundo volume pequeno (bolsa, mochila ou sacola) continuará sendo permitido. Segundo a ANAC em média um passageiro transporta 12 quilos em voos nacionais.
Redução do prazo para devolução de bagagem perdida
O prazo para restituição de bagagem no caso de extravio em voo doméstico será reduzido de 30 para 7 dias. Nos destino internacional, a companhia deverá reembolsar as despesas no limite de 1.131 DES (em torno de R$ 5.300), a ser pago em até 14 dias. Acima disso, o passageiro poderá contratar um seguro adicional.
Reembolso do valor pago por passagens não usadas em até 7 dias
Nas novas regras o reembolso do valor pago pela passagem aérea deverá ocorrer em até 7 dias da solicitação e não mais em 30 dias, como acontece hoje. O reembolso por atraso, cancelamento, interrupção ou preterição deverá ser imediato.
Divulgação do preço final das passagens, já com todas as taxas incluídas
A regra vai valer para todas as empresas que operarem no Brasil, inclusive agências de viagens.
Obrigação de corrigir gratuitamente o nome no bilhete
Passagens emitidas com erro no nome ou sobrenome do passageiro deverão ser corrigidas pelas companhias aéreas, sem custo, antes da emissão do cartão de embarque. A medida resguarda o passageiro caso o erro seja descoberto na hora do check-in.
Caso o bilhete envolva voos em várias companhias, a empresa aérea pode cobrar eventuais custos exigidos pelas companhias parcerias.
Direito de desistência após a compra da passagem 
O passageiro poderá desistir da compra da passagem, com 100% de reembolso do valor pago, até 24 horas depois da compra, desde que o bilhete tenha sido adquirido com antecedência mínima de 7 dias da data do voo. Em compras realizadas pela internet o consumidor continua tendo 7 dias para desistir, o que nem sempre as aéreas honram.
Limitação das multas por cancelamento e alteração ao valor pago pela passagem
As taxas de alteração ou cancelamento não deverão, em nenhuma hipótese, superar o valor pago pelo cliente. Atualmente existem tarifas em que o valor da multa de cancelamento supera o valor do bilhete, fazendo com que o passageiro não receba sequer o reembolso das taxas.
Proibição do cancelamento automático do trecho de retorno
De posse de uma passagem de ida e volta se por algum motivo, o passageiro perde ou desiste do voo de ida, os trechos seguintes são cancelados, ficando o passageiro obrigado a comprar uma nova passagem (quase sempre mais cara que a anterior).
Com a nova regulamentação, os trechos não serão cancelados se o passageiro comunicar à companhia, por qualquer meio e com antecedência de duas horas do primeiro voo.
Alteração de voo realizada pela companhia
Caso a companhia aérea realize alterações nos voos adquiridos pelo passageiro com tempo superior a 30 minutos em voos domésticos ou 60 minutos em voos internacionais, ela deverá oferecer remarcação para data e hora de conveniência em voo próprio ou de terceiros sem custos, ou oferecer reembolso integral. Caberá ao passageiro decidir a melhor alternativa.
Se houver a mudança do aeroporto, sem comunicação ao passageiro, a empresa deverá prestar assistência material e reacomoda-lo na primeira oportunidade em voo próprio ou de terceiros.
Indenização ao passageiro em caso de overbooking
Passageiro com reserva confirmada, deverá ser indenizado imediatamente se o voo não dispor o seu lugar. Haverá um valor mínimo de indenização, que deve ser divulgado pela agência. Segundo a ANAC, a medida vai incentivar as empresas buscar voluntários interessados na compensação oferecida, como acontece em outros países.
Tarifa com reembolso garantido
A nova regulamentação vai obrigar as companhias aéreas a oferecer ao passageiro pelo menos uma tarifa com reembolso mínimo de 95% do valor pago.
As companhias aéreas vão continuar com autonomia para definir seus perfis de tarifa, inclusive com tarifas não reembolsáveis e com taxas de cancelamento exorbitantes. Na prática deve mudar pouca coisa, pois as companhias já ofereciam tarifas próximas do que a nova regulamentação exige.
Proibição da pré-seleção de serviços adicionais
A nova regulamentação restringe a oferta automática de seguro, compra de assento especial ou qualquer outro serviço adicional, que não poderão mais aparecer pré-selecionadas no momento da compra. 
Direito a informação clara do que está sendo contratado
No momento da compra da passagem todas as regras de alteração, reembolso, franquia de bagagem, e outros serviços do transporte aéreo deverão ser claramente explicadas. A nova regulamentação vai forçar as companhias aéreas a serem transparentes e a informarem o consumidor o que está garantido em cada tarifa.
O Ministério do Transportes está com o site “Viagem Dez” com todas as mudanças – clique aqui e tire suas dúvidas.

Fonte: com informações do site de viagens “Melhores Destinos”. 

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Guaporé, a cidade que encanta os olhos e os sentidos

Com uma população de quase 25 mil habitantes, Guaporé, figura entre as 100 melhores cidades pequenas do Brasil (Revista IstoÉ, 2015). São poucos municípios brasileiros com uma densidade industrial tão grande, com cerca de 600 indústrias de transformação.
Localizada na Serra Gaúcha, a 201 km de Porto Alegre, está distante 72km de Bento Gonçalves e a 115km de Caxias do Sul, integrando duas importantes rotas do Estado, a Uva e Vinho e Vale do Taquari.
Colonizada principalmente por imigrantes italianos na segunda metade do século XIX, Guaporé foi instituída como município em 1903.
Sua população 90% urbana tem na produção de joias folheadas e de moda íntima sua principal fonte de renda. Os produtos desenvolvidos na cidade são comercializados em todas as regiões do Brasil e em diversos países ao redor do mundo. O fluxo de turistas à procura das melhores joias e lingeries aumenta a cada ano, abrindo portas para que novos empreendimentos turísticos e de entretenimento aumentem o tempo de permanência dos visitantes na cidade da Serra Gaúcha.
Produtos com qualidade e design, com preço direto de fábrica para consumidores e revendedores.  Suas semijoias são de altíssima qualidade, folheadas a ouro 18 k. No segmento de lingerie, destaque pela variedade de produtos inteiramente ligados à moda e ao comportamento de consumo.
Além do turismo de compras, outros pontos turísticos da cidade atraem visitantes de todo o Brasil. O Autódromo Internacional Nelson Luis Barros, com um circuito de 3,080km, é anualmente palco para a Fórmula Truck, um dos maiores eventos automobilísticos do país, além do Motovelocidade e Arrancadões, eventos que lotam a cidade.
Monumento simbólico da comunidade guaporense, o Cristo Redentor pode ser avistado de quase todos os pontos da cidade. O caminho até o topo do morro é marcado pelas estações da Via Sacra, sendo trajeto para milhares de devotos na Sexta-feira Santa, o maior evento religioso da região.
Mas o que leva muita gente a cidade, especialmente o público feminino é o “Turismo de Compras”. Iniciado em 2001, vem crescendo e aumentando a oferta ao consumidor, inserindo Guaporé na rota da moda, ditando tendências para o masculino, feminino e infantil. A cidade oferece produtos com qualidade e design e bons negócios para revenda e lojistas.
A cidade possui muitos atrativos turísticos, para visitar e se encantar, além da igreja Matriz de Santo Antônio, Cristo Redentor, Autódromo Internacional de Guaporé e o Kartódromo, vale visitar a Ferrovia do Trigo, Praça Vespasiano Corrêa, Gruta N. Sra de Lourdes, Seminário São Carlos, Capitéis de Nossa Senhora da Saúde, Sta. Lúcia e Nossa Sra. do Perpétuo Socorro, Trilhas do Viaduto e da Taquara, dentre outros.

Turismo de Compras “Compre Guaporé”
O Turismo de Compras é um segmento da oferta turística que vem crescendo e se destacando em âmbito mundial. O brasileiro recebe destaque em grandes destinos internacionais de compras pelo seu hábito de comprar. As viagens motivadas por compras possuem papel importante na escolha de alguns destinos turísticos que necessitam se estruturar e se preparar para receber esse tipo de visitante.
Visita a fábrica da lingerie
O município de Guaporé possui um dos mais importantes polos de joia folheada e moda intima do Brasil, propiciando um ambiente ideal para o desenvolvimento do Turismo de Compras, porém somente isso não basta, torna-se necessário um esforço conjunto da iniciativa pública e privada para aplicar políticas de incentivos e ações conjuntas
Visita a fábrica de lojas
Por isso surgiu o grupo “Compre Guaporé”, integrado por 30 empresas do polo de joias, lingerie, meios de hospedagens, gastronomia, agências de viagens e vinícolas apoiado pelo SEBRAE/RS e com a parceria da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Turismo, Cultura e Esportes.  Juntos formataram uma Rota Turística de Compras que agrega lazer, compras e gastronomia. Uma combinação perfeita para quem deseja ter uma experiência memorável.
O Sebrae/RS, entrou com o atendimento de consultores especializados em gestão, finanças, arquitetura, design, turismo, gestão de pessoas, sustentabilidade, alimentação, entre outras áreas.
Integra o projeto o “Guia de Benefícios”, que os turistas recebem, onde constam todas as empresas que participam do “Compre Guaporé”, os produtos comercializados e cupons de descontos. 
Um grupo de jornalistas gaúchos, à convite do grupo “Compre Guaporé”, foram conhecer este produto.
Tour no Trem Estação Serra
Foi um dia intenso, com visita ao Shopping Belas Guaporé, apresentação do projeto pelos empreendedores no Restaurante Sobrado, visita a fábricas de lingerie e joias para ver o processo de produção, ida ao Autódromo Internacional Nelson Luiz Barros, tour pela cidade no Trem Estação da Serra, visita a bela Igreja Matriz Santo Antônio e encerrando já no final da tarde com uma degustação de espumantes na Vinícola Giaretta.       
jornalistas que participaram do evento 
Shopping Belas Guaporé
O Centro Comercial Guaporé sempre foi uma referência no turismo de compras na cidade, com infraestrutura adequada para receber visitantes, compradores de varejo e atacado. Neste ano, o espaço foi revitalizado, recebendo investimentos de mais de 10 milhões. Surgiu assim  o Shopping Belas Guaporé, com mais de 60 lojas que trabalham focadas exclusivamente em lingeries, joias, semijoias e moda íntima. Distribuídos em dois andares, o shopping  conta com  espaço de lazer,  alimentação e estacionamento, com capacidade para receber 10 mil pessoas/mês.
Para quem visita o Shopping uma dica, fique atento porque sempre há troca de coleção de produtos em oferta que vão de cinco a dezoito reais.
O  Belas Guaporé está localizado na RS-129 , funcionando de segunda a sábado das 9 às 19h e aos domingos das 13 às 18h.
www.guapore.rs.gov.br/turismo
fotos: divulgação e Prefeitura Municipal de Guaporé