quarta-feira, 25 de março de 2020

Museu Imperial de Petrópolis celebra 80 anos


“Participe das festividades postando sua foto no museu nas redes sociais”
O Museu Imperial de Petrópolis/RJ,  comemora no domingo, 29 de março, seus 80 anos. Para celebrar a data, lançou a campanha "Nosso museu, sua história". A ideia é que quem o visitou desde sua fundação até hoje e tem fotos de bons momentos vividos nos jardins e edifícios do complexo, compartilhe com a instituição na redes sociais.
Por isso, convida a todos a se juntarem nessa campanha online de contar um pouco das histórias com o museu. Para participar é muito simples, basta postar uma foto e/ou texto acompanhados da hashtag #nossomuseusuahistoria em uma rede social e marcando o @museu.imperial. 
As melhores histórias serão divulgadas nas redes do Museu Imperial.
#nossomuseusuahistoria #mimp80anos #dami10anos #museuimperial
fotos: divulgação

quarta-feira, 18 de março de 2020

UGART confirma nova data para 24 e 25 julho


NOTA OFICIAL - CHOCOFEST NA MAGIA DA PÁSCOA


“Chocofest na Magia da Páscoa, de Nova Petrópolis anunciou o cancelamento da programação artística e das demais atividades que gerem aglomerações de pessoas”
Cientes do que está acontecendo com o mundo diante da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), entendemos que a prevenção será a única forma de evitarmos o caos. Neste momento, o que mais importa é combater a proliferação da doença e preservar a vida humana. Cientes dessa responsabilidade, anunciamos o cancelamento da programação artística e das demais atividades que gerem aglomerações de pessoas previstas para o Chocofest na Magia da Páscoa, de Nova Petrópolis. Porém, buscando propagar o otimismo e transmitir a mensagem de que dias melhores virão, informamos que o evento manterá toda sua decoração lúdica e a cenografia na cidade. A medida acata o Decreto Municipal nº 055/2020, segue decisão conjunta tomada pelos municípios da Região das Hortênsias e cumpre recomendações do Ministério da Saúde. Esperamos que a situação se normalize em breve, prezando sempre pela saúde de todos acima de qualquer outro interesse. Agradecemos pelo carinho e apoio da comunidade, patrocinadores, apoiadores, fornecedores e imprensa. Contamos com o entendimento e colaboração de todos neste momento difícil, reforçando nosso compromisso de entregar uma Páscoa mais alegre para Nova Petrópolis dentro das possibilidades. 


Prefeitura de Nova Petrópolis
Casa Cooperativa de Nova Petrópolis
Rossi & Zorzanello Feiras e Empreendimentos


terça-feira, 17 de março de 2020

Como o distanciamento social ajuda a “achatar a curva” e conter a Covid-19


“Cancelar eventos e fechar estabelecimentos é essencial para diminuir o número de casos e melhorar o tratamento das pessoas infectadas pelo novo coronavírus”
Com a chegada da pandemia do novo coronavírus em diversos países do mundo, os governos ao redor do globo estão adotando medidas com o intuito de “achatar a curva” de crescimento de casos da Covid-19. Para isso, uma das medidas tomadas em diversos lugares, incluindo o Brasil, é o chamado “distanciamento social”, que consiste no fechamento de estabelecimentos e no banimento de eventos onde existam aglomerações sociais.
Mas, afinal, o que é esse tal “achatamento da curva” e por que sair menos de casa pode ajuda?
Para entender a questão, primeiro é preciso compreender como o novo coronavírus se espalha.  Segundo os especialistas, os organismos causadores da Covid-19 se espalham pelo ar e pelo contato, como a gripe comum.
Isso significa que ficar perto de quem está doente aumenta as chances de ser infectado, pois, além de ficar no ar, os microrganismos sobrevivem até três dias em diversas superfícies.  Logo, tocar em locais contaminados e depois levar a mão à boca ou aos olhos pode causar infecção.
A facilidade com que a doença se espalha faz com que os casos de Covid-19 no Brasil dobrem a cada três dias, segundo o Ministério da Saúde . É também por isso que as recomendações dos especialistas são manter as mãos higienizadas e evitar ter contato com quem esteja infectado.
Distanciamento social
Outra medida para a contenção da doença é o distanciamento social, que consiste no fechamento de estabelecimentos, como restaurantes e lojas, e o cancelamento de eventos com grande público, como festas, shows e jogos de futebol. Esse método também é sinônimo de evitar cumprimentar os outros e manter uma distância de no mínimo 2 metros entre as pessoas.
“Na cidade de Nova York, por exemplo, os teatros fecharam temporariamente, muitas convenções em todo o mundo estão sendo canceladas e as escolas estão fechando em todos os EUA”, escreveu Thomas Perls, professor de medicina da Universidade de Boston, em um texto do The Conversation. Como explicam os especialistas, todas essas pequenas atitudes diminuem (e muito) a chance de contágio. Primeiro porque é impossível isolar todas as pessoas contaminadas, segundo porque a medida faz com que mantenhamos uma distância segura de quem está infectado e ainda não sabe: estudos mostram que o novo coronavírus pode ficar incubado por até 5 dias antes dos sintomas aparecerem.
“Controlamos o desejo das pessoas de estar em locais públicos fechando esses lugares”, explicou Drew Harris, da Universidade Thomas Jefferson, ao The Washington Post. “Reduzir a oportunidade de encontros ajuda no distanciamento social.”
Foi exatamente isso que ajudou a Coreia do Sul a combater a pandemia, segundo o professor Javier Valls Prieto da Universidade de Granada, na Espanha. Como explicou em um texto publicado no The Conversation,  mais de 200 mil  testes para a Covid-19 foram realizados no país e, após a implementação do distanciamento social, a taxa de pessoas afetadas caiu de 813 em 29 de fevereiro para 114 em 12 de março.

O tal “achatamento da curva”
O termo “achatar a curva” ficou conhecido após a revista The Economist explicar a ideia em uma reportagem publicada em fevereiro, e o especialista Drew Harris compartilhar um gráfico em suas redes sociais. O gráfico mostra o número de casos de Covid-19  em função do tempo — e é justamente essa relação que precisa ser alterada. Veja:
A curva em vermelho mostra o aumento acentuado nos casos que podem ocorrer se não tomarmos medidas preventivas. Já a segunda curva, em azul, mostra a curva “achatada”, com os casos” da Covid-19 espalhados ao longo do tempo — o cenário ideal.
De acordo com os profissionais de saúde, por mais que dessa forma a pandemia demore mais  para terminar, os benefícios são inúmeros: além de diminuir o número de contaminações, desse jeito os pacientes recebem tratamento melhor, o que reduz a agressividade da doença e o número de fatalidades.
"Se você pensa no nosso sistema de saúde como um vagão do metrô, [a curva vermelha] é hora do rush: todo mundo quer entrar no trem de uma vez, e as pessoas começam a se amontoar na porta", exemplificou Drew Harris à NPR. "Não há espaço suficiente no trem para levar todos, para acomodar todos. Esse é o sistema que está sobrecarregado. Ele simplesmente não consegue lidar com isso, e as pessoas acabam não recebendo os serviços que precisam.” A Itália, país com maior número de infectados além da China,  é um exemplo claro da “curva vermelha”: os casos foram de 3 para mais de 9 mil entre 31 de janeiro e 9 de março. Por lá, as autoridades demoraram para implementar medidas de contenção como o distanciamento social, o que resultou em um número muito maior de doentes do que o país pode tratar corretamente
"O que precisamos é achatar essa curva", disse  Anthony Fauci, diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos EUA, segundo o The New York Times. "Fazemos isso para tentar interferir no fluxo natural da pandemia."
fonte: matéria assinada por Giuliana Viggiano Revista Galileu

segunda-feira, 16 de março de 2020

Coronavírus: lista de restrições aos viajantes por país na América Latina


A pandemia do coronavírus (COVID-19) está afetando viajantes do mundo inteiro, já que diversos países estão tomando medidas cada vez mais rigorosas na tentativa de diminuir a propagação da doença. Alguns lugares, como os Estados Unidos, até impuseram restrições aos viajantes que vierem da Europa, região em que a situação está bastante complicada.
Considerando o atual momento, o site de viagens Melhores Destinos listou as condições em relação ao acesso em cada país. Separamos somente os países da América do Sul, mas abaixo tem o link para ver todos os países listados na matéria da jornalista Thayana Alvarenga.  
No entanto é importante lembrar que esta lista pode mudar constantemente.

Argentina
As fronteiras do país permanecerão fechadas por 15 dias, a partir de 16 de março de 2020, exceto cidadãos argentinos e estrangeiros residentes. Segundo o presidente Alberto Fernandéz, a medida ainda pode ser estendida. Com casos de coronavírus confirmados, a Argentina também suspendeu aulas e restringirá o transporte público em Buenos Aires.
Bolívia
A Bolívia começou a restringir voos da Europa e Ásia.
Chile
O governo decretou o fechamento de fronteiras terrestres, marítimas e de área para estrangeiros e uma quarentena obrigatória para os residentes chilenos vindos de países de alto risco, a partir de quarta-feira, dia 18.
Colômbia
A Colômbia fechou sua fronteira com a Venezuela e agora restringe a entrada para quem visitou a Ásia ou a Europa nos últimos 14 dias. Qualquer cidadão que retorne deve entrar em uma auto quarentena obrigatória. O governo colombiano quer fechar completamente suas fronteiras, mas isso ainda não foi confirmado oficialmente.
Equador
O Equador foi o primeiro país da América do Sul a fechar suas fronteiras como medida emergencial contra o avanço do novo coronavírus. Todos os estrangeiros estão proibidos de entrar no país. Diferentemente de outros países, a medida equatoriana vai além e restringe a entrada de cidadãos equatorianos vindo do exterior. A partir desta segunda-feira, 16 de março, às 23h59, os equatorianos também estão proibidos de regressar ao país.
Além disso, o país também restringiu o acesso de turistas às Ilhas Galápagos na tentativa de evitar que o coronavírus chegue ao arquipélago, considerado um dos sítios naturais com maior biodiversidade do planeta.
Paraguai
O Paraguai está suspendendo voos da Europa e Ásia.
Peru
O Peru anunciou o fechamento de todas as fronteiras por 15 dias. O governo peruano também vai entregar uma bolsa especial às famílias mais necessitadas, para que tenham recursos para aguentar a quarentena.
Uruguai
Todos os passageiros que chegam dos seguintes países devem entrar em quarentena obrigatória por 14 dias: China, Coréia do Sul, Japão, Cingapura, Irã, Espanha, Itália, França e Alemanha.
Venezuela
A Venezuela suspendeu voos para a Europa e Colômbia até 13 de abril.

sexta-feira, 13 de março de 2020

Procissão Luminosa abre amanhã a 60ª Romaria de Caravaggio


A 60ª edição da Romaria e Festa em honra a Nossa Senhora de Caravaggio terá início amanhã  (14) com a Procissão Luminosa.
Esta será a primeira vez que a procissão, saindo da Igreja Matriz, fará parte da programação oficial do evento, que contará também com a Jornada Diocesana da Juventude e Romaria dos Jovens, dia 23 de maio; Romaria Motorizado e de Motociclistas, em 24 de maio; e, a grande Romaria a Pé, no dia em que a Igreja Católica rende homenagens a Mãe de Caravaggio, dia 26 de maio.
Na Procissão Luminosa, os fiéis percorrerão o caminho, da Catedral de Pedra até o Santuário de Caravaggio, em uma distância de sete quilômetros, carregando velas e lanternas, entoando cânticos religiosos e em oração, seguindo a imagem peregrina de Mãe de Caravaggio. Na chegada, subirão a escadaria da penitência, rumo à cripta do templo em construção, onde será celebrada uma missa.
A novena em preparação ao evento, iniciará no dia 9 de maio.
foto: divulgação

quarta-feira, 11 de março de 2020

Um programa para amigas em São Miguel das Missões



Pode ser um pouco longe, mas é um programa que deveria ser obrigatório para todo os brasileiros e em especial os gaúchos, só que muitos não conhecem o único Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco do sul do Brasil, que conta a história do povo jesuíta.
Pois a Agencia de Viagens Trip Tri- Viagens Econômicas, de Porto Alegre, dentro das comemorações do Dia da Mulher, está oferecendo um pacote de 09 a 12 de abril em São Miguel das Missões.  Um programa para fazer preferencialmente com amigas já que o preço individual do pacote é de R$ 599 e se forem três amigas o preço cai para R$ 489,00.  Além disso, poderá experimentar a saborosa culinária local, se benzer com uma das muitas benzedeiras da cidade e para finalizar visitar a bela cidade de Santo Ângelo.

Sobre o Sítio Histórico São Miguel Arcanjo
Dos antigos sete povos jesuítico-guarani que ficaram no Rio Grande do Sul, São Miguel se destaca por apresentar o maior número de estruturas e em melhor estado de conservação. Motivo pelo qual, em 1983, foi declarado Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade pela UNESCO, Organização das Nações Unidas para Educação, Ciências e Cultura. Os remanescentes nos permitem ter uma ideia da planta da Redução, da dimensão e do grau de sofisticação que atingiu a obra, aqui realizada por padres e índios, entre 1687 e 1756, quando os habitantes das Missões foram dizimados pela Guerra Guaranítica. Da antiga Redução, além da Igreja, ainda são visíveis as fundações do colégio, a praça, o pomar e a horta.
Na antiga sacristia é exibido um vídeo com a reconstituição computadorizada do antigo vilarejo. Dentro do sítio arqueológico funciona o Museu das Missões. Projetado por Lúcio Costa, imita uma habitação indígena. Lá está o maior acervo brasileiro de esculturas de santos feitas pelos índios ou trazidas da Europa. Por falar em índios, eles normalmente são encontrados na porta do museu vendendo artesanato.

Espetáculo de Som e Luz
O mais antigo espetáculo sem interrupção no Brasil faz com que seja possível compreender melhor a Saga dos Jesuítas e Índios Guaranis, especialmente o segundo ciclo missioneiro: como surgiram, desenvolveram-se e foram destruídos os 7 Povos das Missões. Com duração de 48 minutos, é apresentado todos os dias ao anoitecer em frente à Igreja do Sítio Arqueológico.  Por último uma dica: leve um agasalho. Costuma ser frio a noite.

Hospedagem na Pousada das Missões
A Pousada das Missões está localizada ao lado do Patrimônio Histórico de São Miguel Arcanjo e próximo de todos os outros atrativos da cidade!
Com estilo que remetem ao universo da região das Missões,  a Pousada conta entre os espaços de convivência,  para curtir com as amigas,  biblioteca, sala de estar com lareira, sala de TV, vídeo e karaoke, WI-FI, cozinha 24H, lavanderia, churrasqueiras, estacionamento e piscina e seu café da manhã, com especialidades da região, é uma delícia!

Corra para fazer sua inscrição. Restam poucas vagas. Não esquecendo que os descontos são somente para mulheres em pacotes para duas ou três amigas.
Informações   www.triptri.com.br
ecotrip.rs@gmail.com  WhatsApp (051) 99773.7825
fotos: Divulgação 

sábado, 7 de março de 2020

Associados da ABRAJET/RS se mobilizam para participar do Congresso em Santarém



Foi no salão Argentina, uma das quinze salas de convenções do Ritter Hotéis, em Porto Alegre, que a ABRAJET/RS reuniu associados para debater sobre a sua participação no 37º Congresso Nacional da ABRAJET que será realizado em junho deste ano, na cidade amazônica de Santarém, no Pará. 
Entre os passeios que os associados da ABRAJET vão participar, a visita a Alter do Chão é uma das mais aguardadas, considerada a primeira entre os 10 lugares com as praias mais bonitas do Brasil e o mais bonito do mundo com praias de água doce, segundo o jornal inglês The Guardian. 
Alter do Chão
Na oportunidade, o presidente Miguel Luiz Medeiros destacou o esforço que a diretoria da ABRAJET  /PA vem fazendo para que o evento seja bem sucedido. "Vemos o esforço liderado pela presidente Christina Hayne e seus associados e gostaríamos de levar daqui uma comitiva", disse. Enfatizou a importância da participação da Abrajet gaúcha no Congresso, lembrando que além dos destinos diferenciados que a região oferece, muitas palestras e temas ligados ao setor de turismo serão abordados, oferecendo uma visão da Amazônia para os jornalistas. Lembrou, ainda, que todos os interessados em participar precisam fazer a Vacina contra Febre Amarela, o que pode ser feito em posto de saúde pública com toda segurança.
Santarem
Na mesma oportunidade em que debateram vários tópicos referente aos planos da ABRAJET  /RS, foi efetivada a posse oficial da nova diretoria, eleita em 31 de outubro de 2019. Miguel Luiz Medeiros assumiu a presidência e estará à frente da entidade até o ano de 2021. Junto com o presidente, assumiram o vice, José Carlos Mello Dávila, e as diretoras Neneca Campos, Jurema Josefa e Marisa Krás Borges e o diretor do Mercosul, Wilson Sierra. Estreitar os laços com entidades parceiras do setor é uma das metas da nova gestão.
Diretores da Abrajet RS- José Carlos D'Ávila, Neneca Campos, Miguel Luiz Medeiros, Marisa Krás Borges e Jurema Josefa
A escolha do Ritter Hotéis para o encontro foi acordada através do empresário Reinaldo Ritter e levou em conta a ligação que a Abrajet/RS sempre teve com o grupo hoteleiro, tendo sido o hotel e um dos seus fundadores, Renato Ritter, agraciados com o título de "Amigo da Abrajet". Por tradição, os encontros da Abrajet/RS e também da Associação dos Jornalistas de Economia (Ajoergs) foram durante mais de 20 anos realizados em alguma das instalações do Ritter Hotéis. O complexo integra a Rede Versare de Hotéis, e está localizado em frente à rodoviária de Porto Alegre, a dez minutos de trem do Aeroporto Internacional Salgado Filho e menos de 5 minutos do Mercado Público, Prefeitura e miolo central de Porto Alegre. Da mesma forma, está junto aos principais acessos para o norte e sul do Estado.
É um dos principais complexos hoteleiros da capital gaúcha, administrado pela Família Ritter, entre esses Reinaldo e Ricardo Ritter e sua filha, Fernanda Ritter que vem seguindo o caminho do pai e a saga do avô Renato Barth Ritter, recentemente falecido. O Ritter Hotéis dispõe de restaurantes, estacionamento com manobrista, centro de eventos com 15 salas de convenções, guest office, bar junto ao jardim, acesso à internet Wifi gratuita em todos os ambientes, serviço de room service 24hs, lavanderia, fitness center, piscina na último andar, além de muitos outros serviços.
Por Jurema Josefa - Diretora de Comunicação da Abrajet/RS

sábado, 29 de fevereiro de 2020

Trem direto de Amsterdã a Londres começa a operar em abril


“Escala atual feita em Bruxelas para fazer a imigração para o Reino Unido poderá ser feita no local de partida”
Funcionários da Eurostar durante anúncio das novas rotas com saída dos Países Baixos com destino à Londre

Desde abril de 2018 é possível ir no trem Eurostar de Amsterdã à Londres com escala em Bruxelas, passar pela imigração britânica e embarcar em outro Eurostar rumo à estação St. Pancras, em Londres. Por nunca ter feito parte do Tratado de Schengen, acordo que permite o livre trânsito entre os 26 países signatários, pessoas que viajam ao Reino Unido sempre tiveram que passar pelo controle de passaportes.
A novidade é que a partir de abril deste ano não será necessária esta escala, já que a averiguação será feita nas estações Amsterdã Central e também na Roterdã Central, que terão postos da imigração britânica. A previsão inicial era que o serviço entraria em vigor em dezembro de 2019, mas com o BREXIT ainda indefinido a implementação acabou adiada.
Foto: Divulgação Eurostar

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

Coronavírus: companhias aéreas flexibilizam regras de remarcação ou cancelamento de passagens para a Itália e China



Devido ao avanço da epidemia do coronavírus na Ásia e à recente propagação do vírus no norte da Itália, as companhias aéreas estão emitindo comunicados flexibilizando as políticas de remarcação ou cancelamento de voos.
Viajantes com passagens compradas para as regiões mais afetadas pelo vírus devem conferir o posicionamento da companhia aérea caso decida cancelar a viagem – ou aguardar caso a empresa ainda não tenha se manifestado. Até o momento, a recomendação do Ministério de Relações Exteriores é de que brasileiros não viagem para as áreas mais afetadas da China, não havendo qualquer posicionamento sobre a Itália ou outros destinos.

Air Canada
A companhia oferece alternativas aos passageiros com voos marcados para ou que passem pela China ou Itália. Viajantes com voos que passem pelos aeroportos de Milão, Bolonha, Torino, Verona ou Veneza até 2 de março poderão remarcar seus bilhetes para voar até 31 de março. No caso dos voos que passam pela China, a companhia está oferecendo reembolso integral nas passagens que passem por Pequim, Xangai ou Wuhan. Clique aqui para ler as políticas de remarcação de outros voos que passam pela China.
Air China
Talvez a companhia mais afetada pela epidemia, a Air China tem uma política de alteração ou reembolso das mais flexíveis. Todos os bilhetes começando com o número 999 (incluindo bilhetes emitidos com milhas) adquiridos antes das 00:00 de 28 de janeiro de 2020 para voos operados pela Air China ou voos em parceria com código CA com uma data de viagem posterior a 1 de janeiro de 2020 (inclusive), podem pedir o reembolso sem custo adicional, que deve ser pedido antes da partida do voo. Confira as regras aqui.
Air Europa
Passageiros da Air Europa para a Itália com bilhetes que comecem por 996, emitidos até 23 de fevereiro para viajar até 15 de março poderão mudar a data do voo, conforme a validade do bilhete, ou mudar o destino e viajar até 15 de junho para outros lugar na Europa ou África. A companhia não cobra taxas para a remarcação, apenas a eventual diferença tarifária. Confira o comunicado da Air Europa.
Air France
A companhia suspendeu seus voos para a China até 28 de março. A partir de 19 de março a companhia, em conjunto com a KLM, irá decidir se mantém a operação de um voo diário para Pequim e outro para Xangai. Os voos para Wuhan devem permanecer suspenso.
As operações da companhia para a Itália estão mantidas por enquanto. Mas passageiros com voos marcados até 15 de março que preferirem adiar sua viagem para o país podem alterar a data sem custo para voar até 3 de abril. Veja aqui as regras de remarcação.
Alitalia
A Alitalia segue operando normalmente seus voos para os aeroporto italianos e ainda não se pronunciou sobre eventual flexibilidade na política de remarcação ou cancelamento de voos. Em seu site, a companhia sugere que passageiros que tenham dúvida entrem em contato com a Central de Atendimento pelos números 11 3958-7959 / 21 3500-8998.
Vale lembrar que para remarcar as passagens ou fazer o cancelamento é necessário entrar em contato com a companhia aérea ou a agência de viagem em que a compra foi realizada.
American Airlines
A American Airlines está com condições especiais para passageiros que tenham voos com partida, chegada ou conexão na Coreia do Sul, Hong Kong, Pequim, Xangai, Wuhan. Acesse o site da companhia para ler mais.
British Airways
A British cancelou todos os seus voos para Pequim ou Xangai até 17 de abril, oferecendo reembolso ou opções para remarcação das passagens. A companhia segue operando seus voos para a Itália, mas passageiros que tenham voos marcados de Londres para aeroportos do norte italiano (como Milão, Turim, Bolonha, Veneza, Bergamo e Verona) até 2 de março poderão remarcar suas passagens gratuitamente para viajar até 31 de março. Confira o comunicado da British.
Delta
A Delta reduziu seus voos dos Estados Unidos para a China e está com políticas especiais de remarcação ou cancelamento de voo para passageiros com destino a Xangai, Pequim ou Seul, na Coreia do Sul, entre 24 de janeiro e 30 de abril. Os bilhetes poderão ser remarcados gratuitamente para outras datas antes de 31 de maio. Confira aqui as regras para estes destinos da Ásia. A companhia também oferece aos passageiros com viagem marcada para Bolonha, Milão ou Veneza, entre 25 de fevereiro e 2 de março, a possibilidade de remarcar o voo para uma nova data até 31 de março. Veja aqui as regras para voos que passem pela Itália.
Iberia
A propagação do vírus pela Itália fez com que a Iberia emitisse um comunicado informando que passageiros que tenham voos marcados para Milão, Turim, Roma ou Veneza entre 25 de fevereiro e 2 de março poderão remarcar gratuitamente suas passagens para até 31 de março. A remarcação sem custo vale somente para passagens compradas até 25 de fevereiro.
Latam
A Latam informa que passageiros que estejam com passagens compradas partindo do Brasil para Milão entre 23 de fevereiro e 1º de março e que tenham seus voos cancelados ou reprogramados poderão remarcar a viagem para voar até a data de validade do bilhete. Já os viajantes que tiverem voos cancelados ou reprogramados poderão voar sem custo algum até 15 dias depois da data original do voo ou 15 dias após a data original, mas pagando eventuais diferenças tarifárias. Passageiros que quiserem alterar o local de origem ou destino do voo também não estão sendo taxados, mas a alteração é sujeita às diferenças de tarifas.
Lufthansa
O conglomerado que engloba a Lufthansa, Swiss e Austrian permite que o passageiro escolha entre a alteração da data da viagem ou reembolso gratuitamente. Confira aqui. 
KLM
A KLM suspendeu todos os seus voos para os principais aeroportos da China até pelo menos 29 de março. A companhia segue operando para aeroporto do norte da Itália, mas oferece flexibilidade para remarcação dos bilhetes. Passageiros com voos para Milão, Veneza ou Bolonha entre 25 de fevereiro e 15 de março poderão remarcar seus voos para até 3 de abril. Veja aqui as informações da KLM.
Qatar Airways
Passageiros com destino a Pequim, Xanghai, Guangzhou, Hangzhou, Chongqing, Chengdu ou Hong Kong com voos partindo até 31 de março podem solicitar a remarcação ou reembolso sem custo. Confira aqui.
United Airlines
A United cancelou seus voos para a China e Hong Kong pelo menos até 24 de abril. Confira mais aqui.
Fonte: Site de Viagens Melhores Destinos.com
fotos: divulgação